14 de agosto de 2017

Panqueca de Aveia e Chocolate

Esta é a segunda versão de panquecas que faço baseada nesta receita. Nesta versão usei farinha de aveia com sabor a chocolate e tal como da outra vez, não coloquei mel, pois a farinha de aveia que usei já é doce, não sendo pois necessário para o meu gosto. Gostei muito, mas prefiro as de Bolacha Maria, que podem ver aqui.


Ingredientes (3-6 panquecas)
100 gr. farinha de aveia (usei com sabor a chocolate)
2 ovos
150 ml leite de soja
1 c. de chá de canela
1 c. de sopa de mel (não coloquei)
1 c. de chá de azeite para untar a frigideira

Numa taça coloque todos os ingredientes, misture bem.
Numa frigideira coloque o azeite, limpe com papel de cozinha, leve ao lume e assim que estiver quente coloque um pouco de massa, coloque o lume no mínimo e deixe cozinhar. Quando toda a superfície tiver bolinhas, vire com a juda de uma espátula e deixe cozinhar mais um minuto.
Retire a panqueca, passe o papel de cozinha com o azeite na frigideira e proceda da mesma maneira até acabar a massa.
Aguentam pelo menos 2 dias no frigorífico e podem comer frias ou aquecer no microondas.

12 de agosto de 2017

Macarrão com Carne Picada


Um destes dias ia fazer Massa à Bolonhesa, mas quando dei conta não tinha tomate. Então saiu esta experiência. Foi a primeira vez que cozinhei massa com carne picada sem tomate e a verdade é que adorei. Prefiro esta versão à Bolonhesa. E vocês, já experimentaram assim? Preferem com tomate ou sem?
Bem, espero que experimentem e gostem!

Ingredientes (4 pessoas):
250 gr. carne picada mista
200 gr. massa macarrão
1 cebola grande
1/2 pimento verde
1 cenoura
1 copo de água
azeite q.b
sal, pimenta preta, pimentão doce

Tempere a carne com sal, pimenta preta e pimentão doce. 
Pique a cebola e leve a alourar num fio de azeite. Junte a carne e envolva bem. Junte o pimento picado e a cenoura ralada. Envolva bem. Deixe tomar cor e junte a água. Deixe cozinhar em lume brando cerca de 15 minutos. Vá vigiando a carne e acrescente água se for necessário, para não deixar torrar.
Noutro tacho coza a massa em água a ferver temperada com sal, seguindo a indicação de tempo de cozedura da embalagem. Escorra a massa e misture à carne picada. Envolva bem e sirva.

10 de agosto de 2017

Papas de Bebé Caseiras

Neste momento o meu bebé tem 8 meses e desde os 6, altura em que introduzi o glúten, que come papa caseira. Optei por fazer as papas em vez de comprar, pois considero que ele beneficia de consumir ingredientes frescos e quero retardar ao máximo expô-lo a ingredientes artificiais e aos açúcares.
Estas são algumas da receitas que tenho usado. Vou variando diariamente os sabores, para que o meu bebé desenvolva o seu paladar e não enjoe os sabores.
Consulto o blogue Na Cadeira da Papa e de lá retirei toda a informação necessária para me sentir confiante a confecionar a papa do meu bebé.
É essencial usar cereais de boa qualidade e demolhá-los previamente, pelo menos 2 horas (no caso dos flocos), para eliminar os fitatos (podem consultar este artigo para perceber a importância de demolhar os cereais).
Geralmente demolho-os de um dia para o outro. Antes de ir para a cama coloco os cereais num copo com água e deixo no frigorífico.


Papa de Aveia, Cevada e Maçã
1 c. de sopa bem cheia de flocos de aveia
1 c. de sopa bem cheia de flocos de cevada
1 maçã golden
1 copo de água

Num tacho coloque todos os ingredientes: os cereais depois de demolhados e rejeitada a água em que foram demolhados, a fruta descascada e cortada em pedaços bem pequenos e a água. Leve ao lume e deixe levantar fervura, ponha o lume no mínimo e deixe cozinhar até a fruta ficar bem cozida. Vigie o volume da água e acrescente, se for necessária. A quantidade da água vai determinar a consistência da papa, se mais espessa, mais líquida, o que deverá adaptar de acordo com o gosto do seu bebé. Retire do lume. Passe na varinha mágica e sirva depois de deixar amornar.


Papa de Aveia, Cevada e Pêra
 1 c. de sopa bem cheia de flocos de aveia
1 c. de sopa bem cheia de flocos de cevada
1 pêra
1 copo de água

Num tacho coloque todos os ingredientes: os cereais depois de demolhados e rejeitada a água em que foram demolhados, a fruta descascada e cortada em pedaços bem pequenos e a água. Leve ao lume e deixe levantar fervura, ponha o lume no mínimo e deixe cozinhar até a fruta ficar bem cozida. Vigie o volume da água e acrescente, se for necessária. A quantidade da água vai determinar a consistência da papa, se mais espessa, mais líquida, o que deverá adaptar de acordo com o gosto do seu bebé. Retire do lume. Passe na varinha mágica e sirva depois de deixar amornar.


Papa de Cevada, Sêmola de Milho e Maçã
1 c. de sopa bem cheia de flocos de cevada
1 c. de sopa bem cheia de Sêmola de Milho
1 maçã golden
1 copo de água

Num tacho coloque todos os ingredientes: os cereais depois de demolhados e rejeitada a água em que foram demolhados, a fruta descascada e cortada em pedaços bem pequenos e a água. Leve ao lume e deixe levantar fervura, ponha o lume no mínimo e deixe cozinhar até a fruta ficar bem cozida. Vigie o volume da água e acrescente, se for necessária. A quantidade da água vai determinar a consistência da papa, se mais espessa, mais líquida, o que deverá adaptar de acordo com o gosto do seu bebé. Retire do lume. Passe na varinha mágica e sirva depois de deixar amornar.


Papa de Aveia, Sêmola de Milho e Pêssego
1 c. de sopa bem cheia de flocos de aveia
1 c. de sopa bem cheia de Sêmola de milho
1 pêssego bem maduro
1 copo de água

Num tacho coloque os cereais depois de demolhados e rejeitada a água em que foram demolhados e a água. Leve ao lume e deixe levantar fervura, ponha o lume no mínimo e deixe cozinhar cerca de 8 minutos. Vigie o volume da água e acrescente, se for necessária. A quantidade da água vai determinar a consistência da papa, se mais espessa, mais líquida, o que deverá adaptar de acordo com o gosto do seu bebé. Retire do lume. Deixe arrefecer um pouco e junte o pêssego descascado e cortado em pedaços. Passe na varinha mágica e sirva.

Nota: Se quiser fazer a papa com antecedência, por exemplo para dar ao bebé na casa de outra pessoa, depois de passar a papa com a varinha guarde-a num frasco ainda quente, vire-o ao contrário para criar vácuo e guarde no frigorífico. Na altura de servir, leve ao lume em lume brando e aqueça um pouco. Se necessário junte 1/2 colheres de sopa de água para tornar a papa mais fluída.

7 de agosto de 2017

Tortilha de Frango


As tortilhas são perfeitas para fazer aproveitamentos. Esta foi utilizada para aproveitar uns restos de frango assado do dia anterior. São muito práticas de fazer e são deliciosas quentes e frias. Ficou uma delícia!

Ingredientes (3 pessoas)

Restos de frango assado (usei um peito e uma coxa inteira)
150 gr. batatas
1 cebola média
3 ovos
1/2 pimento verde
1 cenoura pequena
sal, pimenta preta
2 c. de sopa de azeite


Descasque as batatas e coza-as.
Numa taça coloque o frango desfiado, a cebola picada, os ovos batidos, o pimento verde partido em cubinhos e a cenoura ralada. Tempere com sal e pimenta preta. Junte a batata esmagada. Envolva bem.
Coloque o azeite na frigideira e leve ao lume, deixe aquecer um pouco. Coloque a mistura na frigideira. Coloque uma tampa e deixe cozinhar em lume brando. Quando o topo da tortilha estiver seco, com a ajuda de um prato sobre a frigideira vire a tortilha, faça-a deslizar novamente para a frigideira e deixe cozinhar mais um pouco para ficar dourada nos dois lados. Retire do lume e sirva.


4 de agosto de 2017

Strogonoff de Frango


Este é um dos pratos favoritos aqui em casa. Muito simples e rápido de fazer.

Ingredientes (4 pessoas)
1 peito de frango grande ou 2 pequenos
1 lata de cogumelos (das pequenas)
1 cebola 
1 dente de alho
1/2 cubo de caldo de frango
1/2 copo de vinho branco
1 pacote de natas
1 copo de água
3 colheres de sopa de polpa de tomate
1 colher de sopa de farinha Maizena
sal e pimenta preta q.b.,
1 raminho de salsa
azeite q.b.

Corte o peito de frango em tiras e tempere com um pouco de sal e pimenta preta. Pique a cebola e o alho. Cubra o fundo de uma panela com azeite, coloque a cebola e o alho e deixe alourar. 
Leve a água e ferver com o cubo de caldo de frango e deixe dissolver. Reserve. Dissolva a maizena no vinho e reserve. 
Quando a carne começar a ficar coradinha junte os cogumelos e a água com o caldo. Deixe cozinhar em lume brando. Quando a carne estiver quase sem molho, junte o vinho e mexa bem. Junte as  natas e a polpa de tomate. Mexa até ficar bem homogéneo. Polvilhe com a salsa picada.
Sirva a acompanhar massa a gosto.

1 de agosto de 2017

Doce de Frutos do Bosque, Limão e Chantilly

O tema deste mês do Dia Um... Na Cozinha é Sobremesas Frescas em Camadas, o que é perfeito para os dias de calor que vêm aí! Optei por fazer algo bem simples, conjugando sabores de que gosto bastante!
Espero que gostem e experimentem 




Ingredientes (6 doses):
1 saqueta de gelatina de frutos do bosque
1 lata de leite condensado
1 dl sumo de limão
Raspa de meio limão
2 pacotes de natas bem frescas
Açúcar q.b.
Framboesas q.b.


Prepare a gelatina de acordo com as instruções da embalagem. Coloque em taças e leve ao frigorífico até solidificar.
Numa taça misture o leite condensado, a raspa e o sumo de limão e envolva bem até ficar espesso. Divida a mistura pelas taças de gelatina e leve ao frio novamente.
Bata as natas com o açúcar até obter um chantilly bem cremoso. Espalhe sobre a mistura de leite condensado. Decore a gosto com as framboesas. Sirva bem fresco.






10 de julho de 2017

Bolo de Pêssego

Tem sido difícil arranjar tempo para experimentar receitas novas para vos trazer. Ter um bebé é um trabalho a tempo inteiro e já me levou a alguns acidentes na cozinha, como bolos queimados!!!
Este escapou e ficou uma delícia, bem húmido e fofinho!
Espero que gostem <3

Ingredientes:
2 pêssegos grandes
3 ovos
200 gr. açúcar
1 iogurte de pêssego
1 medida de iogurte de óleo
250 gr. farinha
1 colher de chá de fermento
1 c. de sopa de açúcar
farinha e margarina q.b. para umtar a forma
papel vegetal

Retire a pele e os caroços dos pêssegos. Corte em fatias finas. Reserve.
Bata os ovos com o açúcar até obter uma mistura bem cremosa. Junte o iogurte e o óleo e envolva bem. Por fim, adicione a farinha com o fermento e incorpore bem.
Ligue o forno a 180º.
Unte uma forma (24 cm) com margarina. Decalque sobre papel vegetal o fundo da forma e recorte-o. Coloque-o no fundo da forma. Polvilhe a forma com farinha de forma a cobrir os lados. No fundo espalhe a colher de sopa de açúcar e cubra com as fatias de pêssego. Coloque, cuidadosamente, sobre o pêssego a massa e leve ao forno cerca de 25 minutos.
Retire do forno, deixe arrefecer um pouco. Desenforme sobre um prato com o papel vegetal para cima, retire-o com cuidado. Sirva.